logo_amarula

 
Elephant Parade

 

 logos-topo
casa dos girassóis

Um dos maiores benefícios em participar da Elephant Parade é apoiar não só a preservação dos elefantes, mas também entidades sociais das regiões por onde o evento passa.

A Casa dos Girassóis, que atende crianças e adolescentes carentes da comunidade do Morro do 25, em Florianópolis, foi indicada pela Flex Contact Center para receber parte dos recursos arrecadados com o leilão do elefantes.

O perfil das crianças atendidas vai desde aquelas que não têm o que comer em casa (chegam na Casa sem ter comido o dia inteiro, fazendo a primeira e a última refeição do dia lá) até aquelas que sofreram violência e maus-tratos dentro da própria família. Assim, a Casa é o lugar mais seguro para se estar fora do período de aulas.

A ONG vive de doações e convênios com a prefeitura. Saiba como também ajudar a instituição em: www.casadosgirassois.org

“O valor recebido foi aplicado muito oportunamente em recursos humanos, sendo destinado para a mensalidade de uma educadora social. Reiteramos nosso agradecimento à Flex e à organização do evento” (Equipe Casa dos Girassóis).

 

opção3

Esse ano já podemos contabilizar mais um vitória á favor dos elefantes – Leonardo DiCaprio fez uma doação de 1 milhão de dólares á Elephant Crisis Fund  por meio de sua fundação filantrópica.

O grande ator e agora também dono de um Oscar Leonardo DiCaprio – fez esse ano uma doação de 1 milhão de dólares á Elephant Crisis Fund – entidade que está em busca de melhores condições para os Elefantes ao redor do mundo.

De acordo com a Wildlife Conservation Network ,a doação tem como fim salvar os elefantes da afetados pelo caça de marfim e ajudar a financiar projetos contra o tráfico e a caça exploratória.

O ator também é conhecido por ter criado a Fundação Leonardo DiCaprio em 1998.  A entidade se dedica a preservar os ultimos animais selvagens da Terra e manter uma ligação entre os seres humanos e a natureza.

No ano passado foram 6 milhões de reais doados em causas como dos Tigres do Nepal e para a preservação dos mamíferos marinhos.

Se você também gostaria de ajudar uma boa causa, venha fazer parte da Elephant Parade Brasil. Além de ajudar os elefantes asiáticos você também adquire uma bela peça de arte feita por grandes artistas nacionais e internacionais.

O leilão das obras acontece pelo site: www.elephantparade.com.br/leilao-beneficente ou você também pode dar seu lance pelo e-mail: leilao@elephantparade.com.br.

Conheça mais sobre nosso trabalho pelo site: www.elephantparade.com.br ou pela nossa FanPage no Facebook: www.facebook.com/ElephantParadeBrasil/

Ajudar nunca foi tão fácil, contribua você também!

 

Fonte: http://direitosdosanimais.org/ /

esta primeira edição da Elephant Parade na America Latina contará com o patrocínio oficial da Amarula

A marca de licor sul africana é a principal parceira do projeto no Brasil e trará jovens artistas para interpretar as fascinantes lendas que envolvem a árvore Marula, também conhecida como a ‘árvore dos elefantes’.

 

Elefantes coloridos, artísticos, tomarão as ruas de Florianópolis neste verão, mudando a paisagem urbana e impactando diretamente quase 2 milhões de pessoas que passam pela cidade nesta época do ano. Criados por artistas locais e internacionais, mais de 70 esculturas ficarão expostas nas ruas da cidade a partir do dia 10 de dezembro até abril, quando serão colocados à venda em um inédito leilão em prol da causa ambiental e da preservação dos elefantes – a renda será revertida para entidades nacionais e internacionais.

O evento promete não apenas encantar a população e os turistas de Florianópolis, como também gerar contrapartidas sociais e culturais significativas. E aumentando ainda mais este impacto, esta primeira edição da Elephant Parade na America Latina contará com o patrocínio oficial da Amarula, o licor mais consumido no Brasil, devido à força do seu DNA sul africano que identifica-se muito bem com o propósito do evento.

No período final da ação, previsto para o início de abril de 2016, os elefantes em exposição serão colocados à venda em um leilão beneficente. Parte do valor arrecadado com as vendas das esculturas será dividido entre projetos de preservação de elefantes, Organizações Não Governamentais envolvidas com a causa e os artistas que assinam as obras.

“Arvore do Elefante

“A temática do evento tem uma relação muito próxima com o DNA de Amarula”, afirma Livia G. Fantini, gerente da marca no Brasil. “O elefante é o principal ícone da nossa marca e protagonista no processo produtivo do licor, considerado uma das riquezas da África do Sul. Por meio da Elephant Parade, poderemos trabalhar este símbolo de forma artística e contemporânea, mostrando para as pessoas um olhar mais descontraído sobre um tema importante como a preservação das espécies e do meio ambiente”, acrescenta. A marca irá patrocinar 9 dos 70 elefantes espalhados pela capital catarinense.

Ainda segundo Livia Fantini, não é sem motivo que o elefante ganhou destaque nos rótulos e na identidade visual da marca. Durante o intenso verão africano, a fruta marula, ainda verde, muda para um forte tom amarelo claro e, à medida que vai amadurecendo, libera uma fragrância intensa e tropical capaz de atrair várias espécies de animais silvestres da região. Mas a situação mais impressionante ocorre com os elefantes: vão chegando em manadas inteiras, após viajar durante vários dias para saborear a fruta já madura. Por esse motivo, a Maruleira também é conhecida como a “Árvore do elefante”.

Os elefantes, ainda segundo Livia, também são o ponto central de uma importante causa ambiental defendida por Amarula. A empresa, através da Fundação Amarula Trust, cujo slogan é ‘Sustaining communities and Conscious conservation,‘ se propõe a colaborar com entidades e projetos de preservação dos elefantes na África do Sul. “Ao preservar a natureza e a vida selvagem, com a criação de empregos e relações sustentáveis através dessas iniciativas, Amarula espera deixar um legado de vida para as gerações futuras”, explica a gerente da marca.

Para a Elephant Parade Floripa 2015, Amarula recrutou jovens artistas para interpretar em seus elefantes as fascinantes lendas sul-africanas, principalmente as que envolvem a mística árvore Marula, entre elas a ‘Árvore do Elefante’, ‘Árvore do Casamento’ e ‘Boy or Girl’.

Segundo Giovane Pasa, diretor da Labbo, a exposição contará com cerca de 70 esculturas de elefantes customizadas por diversos artistas. Atualmente as esculturas estão em fase de produção: o Shopping Itaguaçu, na Grande Florianópolis, sedia o ateliê oficial até dia 30 de novembro; e o Jurerê Open Shopping, em Jurerê Internacional, também recebe artistas para pinturas, principalmente durante os finais de semana. Ambos os locais permitem visitação gratuita.

No dia 10 de dezembro, a primeira manada com cerca de 50 elefantes vai para as ruas e Florianópolis. Em janeiro, a exposição será completada com as demais obras. “A exposição ficará aberta no verão catarinense e o encerramento se dará no dia 2 de abril 2016, com o leilão beneficente das esculturas”, explica Giovane.

Elephant Parade: história de sensibilidade

Criado pelo holandês Mike Spits, a Elephant Parade foi inspirada numa bebê elefante da Tailândia – Mosha – que perdeu uma das patas ao pisar numa mina terrestre, na época com apenas seis meses de idade. A Elephant Parade foi a forma encontrada para buscar recursos para cuidar de Mosha, comprar a prótese dela anualmente (uma vez que o tamanho da prótese muda conforme ela cresce), e também ajudar todos os outros elefantes que sofrem com maus tratos e a ameaça de extinção. A ideia deu certo. Depois de passar por Londres (eleita evento do ano na capital Inglesa), Singapura, Hong Kong, e por países como Dinamarca, Itália, Bélgica e Holanda, a Elephant Parade carimba o passaporte para atravessar o oceano e aportar na América Latina. O Brasil é o primeiro país, e Florianópolis (SC), a primeira cidade do continente a receber a exposição.

Números

  • A Elephant Parade já passou por 15 localidades: Holanda, Bélgica, Alemanha, Londres, Luxemburgo, Dinamarca, Noruega, Países Baixos, Itália, Califórnia, Reino Unido, Copenhague, Estados Unidos, Hong Kong e Singapura.
  • 1250 esculturas já foram customizadas para as exposições.
  • 155 mil libras esterlinas (cerca de 675.500,00 reais) foi o valor máximo já pago por uma escultura num leilão do evento.
  • 1,5 metro e 70kg são as dimensões aproximadas de uma escultura de elefante da exposição. Elas são feitas em fibra de vidro.

O misticismo da selvagem fruta africana

Natural da África subequatorial, a Maruleira, também conhecida como a árvore dos elefantes e do casamento, carrega o misticismo de não ser plantada pelos homens e de ter propriedades afrodisíacas. Seu fruto oval é rico em vitamina C e, ao amadurecer e cair do pé, atrai diversos animais da savana com seu sabor exótico. Destilado juntamente com outros ingredientes, o fruto resulta no saboroso licor Amarula.

Líder absoluta no mercado de licores no Brasil, com mais de 85% de participação em licores importados, Amarula está presente em mais de 150 países em todos os continentes. A marca também está associada a projetos de desenvolvimento econômico e social através da fundação The Amarula Trust, como o programa de proteção aos elefantes. O licor foi eleito por três vezes consecutivas como o melhor licor do mundo pela ”The International Wine & Spirit Competition”.

ateliê oficial elephant parade floripa

Esculturas de elefantes serão customizadas a partir de 12 de setembro por artistas nacionais

A manada está a caminho! Depois de passar por Londres, Singapura, Hong Kong, e por países como Dinamarca, Itália, Bélgica e Holanda, a Elephant Parade carimba o passaporte para aportar na América Latina. Florianópolis é a primeira cidade do continente a receber a exposição e algumas esculturas começarão a ser pintadas em ateliê aberto ao público a partir do próximo dia 12 de setembro no Shopping Itaguaçu, em São José, na Grande Florianópolis. Leia mais »

Elephant Parade Floripa

Você é apaixonado por arte, cultura e quer contribuir com a preservação os elefantes?

Que tal ser voluntário e ajudar a encher Floripa de elefantinhos? A Elephant Parade Floripa, ao longo dos seus quase 6 meses de duração, terá inúmeras ações de pintura ao vivo em toda a cidade, visitas guiadas de escolares ao ateliê oficial no Shopping Itaguaçu, ações de pintura com crianças, auxílio ao trabalho dos artistas no ateliê, cenografia, distribuição dos recursos para entidades carentes, entre outras atividades.

Fazem parte das atividades a interação constante com os artistas, com crianças e com a população em geral, ajudando a dar vida aos elefantes, espalhar a história da Elephant Parade e impactar assim o maior número possível de pessoas.

Caso esteja interessado em fazer parte desta manada, envie o seu email para voluntarios@elephantparade.com.br.

BE PART OF IT!